Virabhadrasana II ou Guerreiro II

Benefícios, Contraindicações, Dicas e Como Fazer

virabhadrasana ii
Nome (s) em Inglês
Postura do Guerreiro II
Sânscrito
वीरभद्रासन / Virabhadrasana
Pronúncia
veer-bha-dra-aa-sah-nah II
Significado
Virabhadra: Um poderoso guerreiro criado pelo Senhor Shiva.
Asana: Postura

Virabhadrasana II Num relance

Virabhadrasana II (Posição do Guerreiro II) é um asana popular que representa o guerreiro avistando seu inimigo e se preparando para a batalha. Esta pose tem o nome do guerreiro mitológico Virabhadra. O poder da postura pode ser sentido se a pessoa tiver uma boa flexibilidade e estabilidade. A pose tem o nome de um guerreiro feroz chamado Virbhadra, originário da mitologia hindu.

Benefícios:

  • Fortalece e tonifica as pernas, especialmente o quadríceps, jarretar e músculos da panturrilha.
  • Estica o quadris, virilha e parte interna da coxa.
  • Aumenta a força e vigor.
  • Melhora foco e concentração.
  • Fornece uma sensação de aterramento e estabilidade.

Quem pode fazer isso?

Virabhadrasana II pode ser particularmente benéfico para pessoas que desejam fortalecer a parte inferior do corpo e melhorar a postura.

Quem não deveria fazer isso?

Pessoas com lesões nos joelhos ou nos quadris ou ombros devem abordar essa postura com algumas modificações. Pessoas com pressão alta devem evitar tensionar os braços ou manter a postura por muito tempo.

Introdução

Virabhadrasana II, ou Warrior II Pose, é uma postura fundamental de ioga em pé que envolve força, estabilidade e foco. A postura é considerada difícil porque o alinhamento do corpo deve ser preciso. A pose vem da criação do guerreiro mais feroz pelo Senhor Shiva e por isso o nome é Virbhadra ou pose de guerreiro.

Chakra

Warrior II abre muitos chakras do corpo. A postura estimula o Chacra sacral (Svadishthana chakra). Praticar esta postura conecta a pessoa à sua vibração mais verdadeira, que também existe nos centros de energia. Também estimula o chacra muladhara(raiz) chakra. A energização deste chakra ajuda a ancorar a pessoa, proporcionando assim a estabilidade interior necessária para enfrentar os desafios da vida.

Filosofia

  • Força interior: A pose simboliza a força interior e a determinação para enfrentar os desafios da vida com elegância.
  • Presença e Foco: Virabhadrasana II incentiva a pessoa a estar totalmente presente no momento. O olhar é direcionado para frente ou um pouco para cima, o que nos lembra de estar totalmente presentes no momento presente.
  • Equilíbrio dos opostos: Esse equilíbrio na postura reflete a filosofia iogue de encontrar harmonia entre forças e qualidades opostas.
  • Guerreiro interior: Warrior II motiva as pessoas a acessarem seu guerreiro interior, dando-lhes força para superar obstáculos na jornada da vida.

Como fazer Virabhadrasana Eu?
Siga o procedimento passo a passo

  1. Comece ficando no topo do seu tapete em tadasana com os pés juntos.
  2. Pressione os pés com firmeza, inspire e levante os braços paralelos ao chão, mantendo os ombros curvados e relaxados.
  3. Expire e dobre os joelhos, mantendo-os sobre o tornozelo. Ajuste a postura para encontrar uma boa estabilidade.
  4. Role a parte superior da coxa em direção ao chão à direita e pressione o dedão do pé para encontrar o equilíbrio.
  5. Pressione a parte superior da coxa esquerda para trás e coloque a parte externa do pé esquerdo no chão.
  6. Estenda pelas clavículas e pontas dos dedos. Traga o queixo e olhe para a direita. Fique por algumas respirações. Para sair, pressione os pés e estique as pernas enquanto inspira. Troque de lado e repita.

Quais são os benefícios de Virabhadrasana II?

  • Fortalece os músculos das pernas: Warrior II envolve e fortalece os quadríceps, isquiotibiais e músculos da panturrilha, o que pode ajudar estabilizar e apoiar os joelhos e quadris.
  • Alonga quadris e virilha: A postura ampla nesta postura alonga os quadris e a virilha, ajudando na maior flexibilidade e aliviando qualquer tensão.
  • Abre Peito e Ombros: A pose envolve uma expansão do peito e ombros.
  • Melhora a Postura: A postura ereta e aberta ajuda a melhorando problemas de postura.
  • Melhora a Concentração: O olhar focado sobre a mão da frente pode ajudar melhorar a concentração e a atenção plena, o que ajuda aliviar o estresse e a ansiedade.
  • Aumenta a resistência: Segurando a pose requer maior resistência.
  • Estimula a Circulação Sanguínea: Vários músculos são necessários para construir a postura para estimular melhor circulação sanguínea.

Condições de saúde que podem melhorar com Virabhadrasana II

  1. Músculos das pernas fracos: Pessoas com músculos das pernas fracos podem praticar a postura do Guerreiro II para fortalecer os quadríceps, isquiotibiais e músculos da panturrilha e fornecer melhor suporte para joelhos e quadris.
  2. Quadris e virilha apertados: Indivíduos com quadris tensos e músculos da virilha pode praticar a postura para abrir essas áreas.
  3. Ombros redondos e má postura: A pose abre o peito e os ombros, então isso ajuda em bom alinhamento postural.
  4. Ansiedade e estresse leves: A pose é calmante devido à abertura do peito e respiração profunda.

Segurança e Precauções

  1. Lesões ou problemas no joelho: Warrior II envolve dobrar o joelho da frente em ângulo reto. Praticar essa postura pode piorar a condição se você tiver lesões nos joelhos, dor ou problemas crônicos nos joelhos. Sempre consulte um bom instrutor de ioga certificado.
  2. Lesões ou restrições no quadril: Pessoas com lesões no quadril devem abordar a postura com muita delicadeza e lentidão. A abertura do quadril pode distender ou piorar os problemas existentes. Modifique a pose.
  3. Lesões ou instabilidade no ombro: Pessoas com dor no ombro devem modificar a postura.
  4. Pressão alta: Manter os braços por muito tempo e focar o olhar para frente pode aumentar temporariamente a pressão arterial. Pessoas com esses problemas devem evitar ou modificar a postura.
  5. Problemas na parte inferior das costas: Sempre envolva o núcleo para apoiar a coluna e evitar tensão na região lombar.
  6. Problemas de equilíbrio: Warrior II requer uma base estável e equilíbrio. Pessoas com problemas de equilíbrio devem praticar perto da parede.
  7. Gravidez: O núcleo é acionado durante a formação da postura para que possa ser evitada durante a gravidez.

Dicas para iniciantes

  • Aquecimento: Comece o seu prática de yoga com um aquecimento suave, incluindo quadris, pernas e ombros. Comece em tadasana e afaste os pés, cerca de 3 a 4 pés, dependendo do seu conforto. Vire o pé direito para fora em um ângulo de 90 graus e gire levemente o pé esquerdo para dentro.
  • Alinhamento dos pés: Alinhe o calcanhar do pé da frente com o arco do pé de trás. Certifique-se de que o calcanhar dianteiro esteja alinhado com o arco ou centro do pé traseiro.
  • Dobre o joelho da frente: Ao expirar, dobre o joelho direito diretamente sobre o tornozelo direito. Procure um ângulo de 90 graus no joelho direito, garantindo que ele não ultrapasse o tornozelo para evitar tensão.
  • Torso e Braços: Estenda os braços paralelos ao chão, com as palmas voltadas para baixo. Mantenha os ombros relaxados e longe das orelhas.
  • Olhar: Fixe o olhar nas pontas dos dedos da frente. Pode ajudar a melhorar o equilíbrio e a estabilidade.
  • Quadris e ombros: Alinhe os quadris em direção ao lado onde a perna da frente está estendida. Mantenha as omoplatas alinhadas com os quadris.
  • Alinhamento Pélvico: Envolva os músculos centrais para estabilizar a pélvis e apoiar a região lombar.
  • Coxa dianteira e perna traseira: Pressione a borda externa do pé traseiro para envolver os músculos da perna traseira.
  • Respiração: Mantenha uma postura estável, respiração profunda durante toda a pose. Inspire ao subir e expire ao mergulhar na postura. Modifique ou use adereços sempre que necessário. Mantenha a postura até que fique confortável.

Poses Preparatórias

Postura do contador

Tadasana (postura da montanha), uttanasana (Inclinação para frente), Viparita karani (Pose de pernas para cima), Viparita karani.

Virabhadrasana II e a respiração

  • Começar em tadasana. Inspire e expire. Dobre o joelho do pé direito e mantenha os pés afastados. Simultaneamente, coloque os braços na altura dos ombros e relaxe.
  • Inspire e expire. Tente descer com a coxa do joelho flexionado paralela ao chão.
  • Inspire e expire. A cada expiração, tente relaxar na postura. Mantenha a coluna reta e o pescoço e os ombros relaxados. Envolva seu núcleo.
  • Mantenha a postura por algumas respirações profundas. Inspire e expire e libere a postura expirando e voltando à posição inicial. Repita os mesmos passos do outro lado, trocando as pernas.

Princípios de Alinhamento Físico de Virabhadrasana II

  • Ao esticar os braços, veja se eles estão alinhados. Mantenha o alinhamento dos pés correto. Eles não devem estar muito afastados ou muito próximos um do outro.
  • Mantenha o pé dobrado corretamente posicionado com o joelho e o tornozelo em linha reta. Envolva o pé esticado na parte de trás. Certifique-se de que o calcanhar da frente esteja alinhado com o pé de trás.
  • Mantenha o peito levantado, os ombros e o pescoço relaxados e envolva o núcleo. Mantenha os quadris retos e respire fundo durante toda a postura.
  • Tente manter o corpo firme com um olhar suave para a frente.

Variação

  • Usando uma cadeira dobrável: Se você não conseguir dobrar o joelho corretamente, dobrar a cadeira sob a coxa dianteira apoiará o tronco.
  • Contra uma parede: Uma pessoa pode usar uma parede para obter equilíbrio e controle adequados do corpo. Coloque o calcanhar do pé de trás próximo à parede e entre na postura.
  • Usando um bloco: Usar um bloco sob o pé da frente pode fornecer suporte extra, evitando assim o colapso do pé de trás.
  • Usando uma alça: Segure a alça em forma de rede e levante a perna por cima da alça. Requer menos força.

Outras poses relacionadas

Utthita Parsvakonasana (Postura de ângulo lateral estendido)

Ardha Chandrasana (Postura de meia lua)

Viparita Virabhadrasana (Postura reversa do guerreiro)

Poses de acompanhamento

trikonasana (postura do triângulo), Ardha Chandrasana (postura de meia lua), Igualvrtta Trikonasana (Postura do Triângulo Revolvido), Vrksasana (Postura da Árvore)

Parsvottanasana (postura de alongamento lateral intenso), Virabhadrasana Eu (guerreiro eu poso), Adho Mukha Svanasana (postura do cachorro voltado para baixo), Balasana (Pose da criança)

Erros comuns

Não pule na pose. Progrida gradualmente com respiração adequada. Sempre envolva as duas pernas na postura. Não chegue muito à frente com a parte superior do corpo; em vez disso, mantenha o pulso traseiro sobre o tornozelo traseiro ao chegar à postura final. Certifique-se de que seu joelho dianteiro fica diretamente sobre o tornozelo e a linha da coxa segue diretamente em direção à frente do tapete, alinhada com o centro do pé. Sempre tente maximizar a amplitude de movimento possível para seus quadris quando você mantém os quadris retos.

Aprofundando a postura

Alinhe o calcanhar frontal com o arco do pé traseiro ou faça uma postura um pouco mais larga para maior estabilidade. Pressione a parte interna da coxa da perna da frente para fora, envolvendo o quadríceps e criando estabilidade na articulação do quadril. Envolva os músculos da perna traseira e sinta o envolvimento do pé de trás, passando pela perna de trás até o quadril. Concentre-se em quadrar seus quadris e mantenha a pélvis neutra para evitar inclinar-se para frente ou para trás. Envolva os músculos centrais, abrindo o peito. Garanta sua estocada não vai além do tornozelo. Usar adereços. Manter respiração profunda e constante.

Perguntas Frequentes:

Em quais músculos são usados Virabhadrasana Eu?

Pernas e nádegas (glúteos), flexores do quadril e canelas são usados ​​para a postura.

Is Virabhadrasana uma pose em pé?

A postura é desafiadora e precisa de equilíbrio, força e concentração.

Qual é o alinhamento adequado dos pés para Virabhadrasana Eu?

O pé da frente é apontado para frente através da parte superior do tapete e o pé de trás é girado em 90 graus.

Concluindo!

Virabhadrasana II envolve todo o corpo e nos torna conscientes dos órgãos que estão fora da vista. Também facilita a cura da síndrome do túnel do carpo, ciática, osteoporose e pés achatados. Essa postura prepara a pessoa para tentar curvas avançadas. Portanto, essa postura expressa força e estabilidade e requer muita flexibilidade na parte superior do corpo, quadris, além de força e estabilidade.

O caminho para se tornar um instrutor de yoga certificado começa aqui! Nossos cursos de treinamento para professores de ioga são cuidadosamente projetados para atender a iogues aspirantes e experientes. Esteja você procurando aprofundar sua prática pessoal ou embarcar em uma carreira gratificante no ensino de ioga, nosso modelo multiestilo Curso de treinamento para professores de ioga de 200 horas oferece o trampolim perfeito. Para aqueles que buscam uma exploração avançada do yoga, nosso 300 horas de treinamento para professores de ioga e Programas de treinamento para professores de ioga de 500 horas apresentar oportunidades inigualáveis ​​para expandir seu conhecimento e experiência. Todos os nossos cursos são certificados pela Yoga Alliance, nos EUA, garantindo que você receba o mais alto padrão de treinamento. Abrace a jornada de autodescoberta e crescimento profissional – Comece agora!!

Meera Watts
Meera Watts é proprietária e fundadora da Siddhi Yoga International. Ela é conhecida mundialmente por sua liderança de pensamento na indústria de bem-estar e foi reconhecida como uma das 20 melhores blogueiras internacionais de ioga. Seus textos sobre saúde holística foram publicados no Elephant Journal, CureJoy, FunTimesGuide, OMtimes e outras revistas internacionais. Ela recebeu o prêmio Top 100 Entrepreneur of Singapore em 2022. Meera é professora de ioga e terapeuta, embora agora ela se concentre principalmente em liderar o Siddhi Yoga International, blogando e passando tempo com sua família em Cingapura.

Contato

  • Este campo é para fins de validação e deve ser deixado inalterado.

Contato no WhatsApp